Qual o valor do seu instrumento?

O valor de um instrumento depende de muitos fatores. A idade, o país de origem, e quem o construiu são pontos levados em consideração para se atribuir seu valor. Infelizmente, não é possível conhecer a história de um instrumento apenas pela etiqueta porque durante o século 19 as etiquetas falsas eram muito comuns. Fabricantes que queriam inflar artificialmente seus preços colocavam etiquetas com nomes como Stradivarius ou Amati em seus trabalhos.

 

Esses e outros fatores significam que o trabalho de determinar a verdadeira origem do instrumento acaba sendo de detetive.

 

Man sitting at a desk with a violin in hand while researching from a book

 

A condição do instrumento é importante

 

A condição na qual o instrumento se encontra também tem papel na determinação do valor. Está sem as cordas? Isso não é um problema, mas se ele tem rachaduras, sim. Se precisou de algum reparo, qual a qualidade do trabalho feito? Reparos mal feitos impactam negativamente no valor e qualquer parte do instrumento que pode ter sido substituída, também influencia.

 

Apesar de poder fazer uma pesquisa e comparar preços de instrumentos similares, o melhor a fazer é consultar um especialista. Um profissional pode discernir originais e cópias e também podem avaliar a condição geral do instrumento. Ter um bom luthier pra avaliar seu instrumento é a maneira mais confiável de determinar seu valor e preço.

 

Por que está vendendo?

 

A não ser que tenha recebido o instrumento como parte de uma herança e esteja vendendo porque não toca, uma troca por um instrumento melhor pode ser mais interessante do que a venda.

 

Aqui na Nostri Cordas conhecemos os melhores e mais confiáveis (e muito “gentes boas”) luthiers do Brasil e ficaremos felizes em te indicar o mais próximo da sua cidade. É só dar um alô!

VOLTAR AOS ARTIGOS

VOLTAR PRA LOJA

Artigo publicado originalmente aqui.